2easy Portugal

Como destralhar a casa de forma eficiente?

Como destralhar a casa de forma eficiente?

Destralhar a casa é fundamental para dar espaço ao que realmente nos dá prazer e nos faz felizes na vida. Só libertando o sítio onde vivemos, de forma eficiente, é que conseguimos atingir este objetivo.

Antes de começarmos este processo, convém termos em mente que o mais difícil é mesmo o primeiro passo! Destralhar exige tempo, esforço e dedicação, como tal, a vontade de reduzir as coisas que só ocupam espaço e nos sugam energia é crucial para o sucesso.

E como destralhar de forma eficiente? Antes de mais, para potenciar a eficácia, convém mantermos três zonas distintas durante o processo de triagem: uma para os objetos a manter, outra para aqueles que temos dúvidas e, por fim, uma para os que são para reciclar.

Depois, ora leiam o pequeno guia que preparámos para facilitar a eliminação de tudo o que já não nos serve mais!

Perguntas crucias para a seleção

Em caso de dúvida, antes de reciclar qualquer item da casa, convém fazermos as seguintes questões:

  • Tem alguma utilidade?
  • Qual foi a última vez em que foi utilizado?
  • Traz algum valor acrescentado?
  • Faz falta ou tem utilidade?
  • Existe em duplicado?
  • Lembrávamo-nos da sua existência?
  • Se fosse agora, compraríamos este objeto?
  • Traz felicidade ou gostamos deste objeto?
  • Precisamos de o manter por alguma questão legal?
  • Queremos manter este objeto?

Quais as coisas a manter?

  • As que precisamos, são úteis e utilizadas regularmente.
  • As que adoramos, simplesmente porque nos fazem felizes ou são bonitas.
  • As que temos de ter, porque temos de manter algum arquivo por razões legais.

Quais os items a eliminar?

  • Os que não precisamos de ter, seja porque já não são úteis, estão fora da validade ou estragados.

O que fazer após destralhar?

  • Organizar metodicamente e arrumar cuidadosamente tudo o que decidimos manter.
  • Colocar no lixo, de imediato, tudo o que já não nos serve, mas que, também, não poderá ser útil a mais ninguém.
  • Recuperar o que for possível e que faça ainda sentido voltar a utilizar, depois de arranjado.
  • Vender, doar ou oferecer os items que ainda se encontram em bom estado e que podem ter utilidade para outros.

Como não desanimar durante o destralhe?

Muitas vezes, tendemos a recuar a meio do processo de organização do lar. Como tal, é fundamental temos um plano bem definido, para não perdemos tempo até concretizarmos este objetivo. Depois, estas quatro dicas podem inspirar-nos a ganhar foco nesta tarefa.

  1. O ideal é começarmos devagar, em passos pequenos. Organizar a gaveta dos talheres, por exemplo, ou apagar uma aplicação do telefone não usada é já um começo.
  2. Ter sempre em mente qual o benefício que iremos retirar no final deste processo, pode ajudar nos momentos em que só nos apetece largar tudo.
  3. Manter a simplicidade e o bom senso pode ser uma boa ferramenta para evitar o desânimo: regra geral, tendemos a fugir a sete pés das coisas complicadas, inclusive da organização.
  4. Olhar para as coisas de outra perspetiva pode ajudar a afastar o sentimento de culpa por estarmos a deixar ir as nossas coisas. Podemos, por exemplo, optar por nos sentirmos bem por as ir doar a quem ainda precise delas, já que, hoje em dia, não é difícil encontrar associações recetivas a donativos. Ou, em alternativa, podemos focar-nos no lucro que ainda podemos realizar, procurando as imensas plataformas online para a sua venda.

Artigos Relacionados

Saiba como organizar o roupeiro para o frio
Como manter a casa arrumada com animais de estimação