2easy Portugal

Marco histórico no imobiliário: Vendido o apartamento mais caro em Portugal

Marco histórico no imobiliário: Vendido o apartamento mais caro de Portugal

É estimado como sendo o apartamento mais caro alguma vez vendido no nosso país, custou 7,2 milhões de euros e ocupa mais de 500 metros quadrados do 13º andar de uma das zonas mais centrais da capital´portuguesa.

Apesar do valor elevado, que bate todos os recordes do imobiliário em Portugal, a Penthouse do edifício Castilho 203, perto do Parque Eduardo VII e da Avenida da Liberdade, em Lisboa, esteve na mira de outros milionários estrangeiros. Acabou por ser vendida no final de Julho a uma família, de nacionalidade não revelada pela Vanguard Properties, a promotora imobiliária do prédio.

Entre os argumentos irrefutáveis desta cobertura de luxo destaca-se o terraço de 260 metros quadrados, a piscina privativa e a vista panorâmica e privilegiada sobre a cidade e o rio Tejo, sem esquecer o serviço de concierge 24 horas por dia. O apartamento ocupa uma área de 287 metros quadrados e dispõe de três suites, bem como de sistema de domótica de última geração.

O edifício de luxo Castilho 203 tem um total de 20 apartamentos e exibe, no hall de entrada, uma obra do artista plástico José Pedro Croft. A partir do oitavo piso, além das varandas suspensas sobre o parque Eduardo VII, todos os apartamentos têm vista de 360 graus sobre a capital, a par do acesso a estacionamento privativo, spa e a duas piscinas em zonas comuns – uma interior (rés-do-chão) e outra exterior e com solário (8.º andar).

Segundo a Vanguard Properties, entre os imóveis já vendidos deste prédio, dois deles foram adquiridos pela mesma pessoa, com a intenção de os transformar num apartamento ainda maior.

 

Vendida a casa mais cara do mundo

Já no início de Agosto, foi vendida pela Davide Campari-Milano, através da imobiliária Savills, a casa mais cara do mundo por 200 milhões de euros, um preço abaixo dos iniciais 350 milhões de euros pedidos e que representa um desconto de 43%.

O imóvel em questão é a histórica Villa Les Cedres, na Riviera Francesa, propriedade que estava entre os ativos que a fabricante de bebidas italiana adquiriu com a compra da Grand Marnier, em 2016.

A propriedade terá uso privado e foi adquirida por um comprador não identificado pela empresa.

Artigos Relacionados

Onde é mais barato comprar casa em Portugal
Proprietário do apartamento mais caro de Portugal será Cristiano Ronaldo?