2easy Portugal

Sabe qual o hábito que deve mudar a bem da saúde no lar?

Sabe qual o hábito que deve mudar a bem da saúde no lar?

Estamos tão à vontade no nosso lar que, muitas vezes, nem nos apercebemos que deveríamos repensar alguns hábitos, em prol da higiene da casa e, logo, da nossa saúde. Falamos do facto, por exemplo, de que a maioria de nós, no ocidente, anda calçado dentro de casa.

Segundo a tradição japonesa, tal é completamente impensável: para evitar que o lixo da rua e as más energias invadam o ambiente, a oriente, é prática comum tirar os sapatos antes de entrar no lar.

Apesar dos costumes variarem conforme cada cultura ou família e de que, por cá, este ser um hábito que poderá levar tempo a enraizar-se, segundo a ciência, ter uns pares de chinelos à porta poderá valer a pena, tanto ao nível da higiene da casa como da nossa saúde.

Isto porque, segundo vários estudos, quando andamos calçados há uma grande probabilidade de abrirmos as portas de casa à circulação de diversos germes e bactérias nocivas, que se acumularam ao longo do dia nas solas. Propagam-se assim facilmente pelas tapeçarias e chão da casa, chegando mesmo, por exemplo, aos lençóis da cama ou à bancada da cozinha.

 

O que transportamos ao certo connosco no calçado?

Mesmo que os sapatos pareçam limpos, segundo investigadores da Universidade do Arizona, nos Estados Unidos, aproximadamente 96% das solas dos sapatos apresentam cerca de 421 mil tipos diferentes de bactérias. A pesquisa provou ainda que algumas bactérias, como as causadoras de pneumonia, de infeções nos tratos urinário e respiratório, conseguem fixar-se ao calçado por longas distâncias.

Um outro estudo publicado no Wall Street Journal, da Universidade de Houston, revelou que, em 2500 dos casos analisados, 26,4% dos sapatos, botas, sandálias ou chinelos com que andamos na rua transportam clostridium difficile, um Gram-positivo responsável por vários tipos de infeções, em especial no trato digestivo.

Em 2015, já uma investigação indicava que cerca de 40% do calçado carrega listeria monocytogenes, uma bactéria que pode causar vários problemas de saúde. E, caso se viva ou trabalhe numa quinta, em pleno meio rural, o mais provável é que os sapatos levem para casa a bactéria e-coli, de acordo com um outro estudo de 2014.

Mais há mais: investigadores da Universidade de Baylor revelaram, em 2013, que quem vive perto de estradas de alcatrão tem  maior risco de padecer de doenças cancerígenas, graças às toxinas existentes neste material usado nas estradas. Isto sem falar das toxinas presentes nos químicos e pesticidas usados nos jardins, por exemplo, que, com certeza, também serão prejudiciais à saúde.

Já para o Feng Shui, tanto o lixo como a desorganização atrapalham a harmonia do ambiente doméstico, sendo que os nossos sapatos captam muita energia negativa nas ruas.

 

Quatro razões inequívocas para se descalçar dentro de portas

Se mesmo assim ainda têm dúvidas, apresentamos quatro argumentos lógicos e valiosos, para poderem avaliar o hábito de caminharem calçados no lar:

1. Uma questão de conforto
Por mais que usemos uns sapatos ultra confortáveis, não há como negar o conforto que se sente ao chegar a casa e poder tirá-los, seja para calçar uns chinelos, pantufas ou, até mesmo, andarmos descalços. Como tal, o melhor é evitarmos as bactérias indesejadas e descalça-los ainda mesmo de entrar dentro de portas.

2. Redução do barulho
Tal como não gostamos – quando vivemos num apartamento – de ouvir no andar de cima os saltos dos vizinhos, mais vale evitarmos fazer o mesmo à família que vive por debaixo da nossa (!).

3. Auxiliar a limpeza
Sabemos bem o trabalho que dá manter a casa limpa, por isso, é inteligente não deixarmos que a sujidade, acumulada nas solas, se espalhe por todas as divisões. Ora, se optarmos por tirar os sapatos antes de passar pela ombreira da porta, é mais fácil mantermos o chão do lar limpo e brilhante.

4. Evitar os riscos e manchas no chão
É sabido que alguns saltos riscam o chão, por isso, tirarmos os sapatos da rua é uma vantagem incontornável para o mantermos impecável. Além disso, quanto mais sujidade entrar dentro de casa, mais teremos de limpar e é certo que o uso repetido de aspiradores ou de outros equipamentos de limpeza, aumenta a probabilidade de danificar e riscar o chão.

2easy Portugal

 

 

Artigos Relacionados

Dia de São Valentim em Casa
Como pintar o exterior da casa?